Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas de um Planespotter

Fotografia Aeronáutica | Spotters | Foto-Reportagens | e mais umas coisas giras...

Crónicas de um Planespotter

Fotografia Aeronáutica | Spotters | Foto-Reportagens | e mais umas coisas giras...

PlaneSpotter de Julho, Duarte Sousa.

Spotter: Duarte Sousa

 

 

                 11791082_978150172205425_478503035_o

 

Perfil

Nome: Nuno Duarte Dinis e Sousa

Idade: 19

Estado civil: Solteiro

Data de Nascimento: 23 de Janeiro de 1996

Profissão: Estudante Universitário

 

Duarte, quando descobriste o gosto pelos aviões?

Não sei bem ao certo. Acho que ninguém sabe quando é que se começa a gostar de algo ou de alguém, é algo progressivo que vai aumentando com o tempo. Mas sei que desde pequeno que quando ouvia um avião a passar, ia a correr para a janela. O meu pai diz-me que antigamente, quando ainda existia um terraço no aeroporto de Lisboa, que costumávamos ir em família ver os aviões, e, apesar de não me lembrar, talvez seja daí a origem por esta paixão. Quando tive o meu primeiro computador (cerca dos 11 anos), quis logo comprar um simulador de aviação, na altura o FS2004 (ou FS9). Lá para os 12 anos passava os dias a visitar sites de fotografias de aviões, como o airliners.net ou o jetphotos.net.

 

Há quanto tempo, fotografas aviões?

Infelizmente comecei a spottar muito recentemente, costumo dizer que só sou spotter desde Dezembro de 2014, apesar de em vezes anteriores já ter visitado o aeroporto e ter tirado algumas fotografias. A minha ida para a faculdade ajudou imenso e fez-me ver que, ao contrário do que eu pensava, os acessos aos locais de spotting do aeroporto de Lisboa não eram tão difíceis, e queixo-me muitas vezes de não saber disso antes “Se soubesse o que sei hoje...”.

 

Registas matrículas, esquemas de cores, ou as duas?

Podemos dizer que ambas. Se eu já tiver uma matrícula e esse avião mudar o esquema de cores, fotografo de novo.

 

Tens noção de quantos registos já tens?

Comparando com o pessoal spotter tenho muito poucos, cerca de 1000. Mas, assim como grão a grão enche a galinha o spotter, registo a registo enche o spotter o excel.

 

Até onde já foste só para fotografar aviões?

Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ir ao estrangeiro apenas com o intuito de fotografar aviões. Em Abril passado fui fotografar ao aeroporto de Heathrow, em Londres, mas o objectivo da minha deslocação a terras britâncias não era o de spottar. Portanto, respondendo à questão, a Cascais.

 

Tens algum aeroporto de “sonho” para ir fotografar?

Existem muitos onde gostaria de passar uns dias a clicar no obturador. Heathrow (apesar de já ter lá ido), Los Angeles, Frankfurt... E, claro que não podia deixar este de parte, gostaria também de fazer alguns dias de praia em St. Marteen.

 

Também és daqueles que quando está em casa, e ouve um avião a passar, vai a correr ver que aeronave se trata?

Já fui mais do que sou agora. Antigamente, quando ainda era um noob nesta matéria, ia sempre. Mas agora, já conhecendo melhor as rotas, conhecendo melhor o barulho dos motores dos aviões, não sou tanto assim. Mas por vezes ainda acontece que, quando saem os voos de longo curso por volta das 23h, se algum deles vira para este lado, ainda me levanto da cama com a esperança de ver um A340 a passar mesmo por cima de mim.

 

Boeing ou Airbus?

11790265_978150175538758_191005510_o

 Ambos. Há modelos da Airbus que gosto bastante, assim como modelos da Boeing. De entre as duas corporações, o avião que mais gosto é o Airbus A330. É, na minha opinião, dos aviões mais elegantes que por aí anda. Um B747 também é sempre bonito de se ver. O A380 não acho um avião muito bonito, mas a sua imponência nunca passa despercebida. Quanto aos noso modelos de ambas as construtoras (A350 e B787), não sei qual prefiro. Ao vivo ainda só vi 1 B787, pelo que não posso ainda avaliar qual o que gosto mais.

 

Qual o teu modelo de avião civil que mais simpatizas? Porquê?

Como disse na questão anterior, gosto bastante do A330. É um avião elegante, com uma grande envergadura e é sempre agradável de se olhar para ele.

 

Tens algum avião em mente que já está em museu, mas que gostarias de voltar a ver a voar?

Sem sombra de dúvida, o Concorde. Tenho pena de nunca o ter visto. Era algo de outro mundo, a sua velocidade, a sua estética... Mas consumia muito combustível e acabou por se tornar uma aeronave que não rendia muito.

 

Para ti ser spotter, é…?

Numa simples frase: ser spotter é muito mais que tirar fotografias aos aviões.

 

O que acham os teus amigos, desta tua paixão?

Como se diz por aí, primeiro estranha-se, depois entranha-se. No início não sabiam qual o sentido de eu andar por aí a tirar fotos aos aviões e chamavam-me maluco por isso. Mas depois começam a fazer perguntas sobre o tema e lá se vão integrando no mundo spotter. Actualmente estudo no Campo Grande, e quando estou na rua com amigos e passa um avião, eles dizem logo “Olha tira foto! Já tens aquele?”, e eu penso para mim “É só um TAP...” eheh.

O que achas ou achavas do tema mediático que foi há uns anos, sobre o novo aeroporto da Ota para substituir o velhinho da Portela?

Na altura ainda não estava muito dentro do mundo da aviação, mas sempre achei desnecessário a construção de um novo aeroporto, ainda para mais na situação em que o país está. Temos o Montijo, e acho que a é solução ideal.

 

Sobre outro tema mediático, que é a privatização da Tap e sobre os seus prós e contras, qual a tua opinião relativamente a este assunto?

Eu nestas situações tenho sempre a mesma opinião: façam o que for melhor. É óbvio que com ou sem privatização, iriam haver sempre prós e contras para os dois casos. Apesar de a companhia deixar de ser do Estado e passar para o domínio do privado, eu estou bastante convicto de que os novos donos da TAP irão fazer um bom trabalho e criar uma nova onda de bons anos lucrativos.

 

Caro, Duarte, mais alguma coisa que possas acrescentar?

Um agradecimento a ti, pelo convite para ser o spotter do mês de Julho. Quero agradecer ainda a todos (não vou dizer nomes pois posso-me esquecer de alguém) os que nos dias frios e chuvosos, quentes e ventosos ajudam a passar o tempo junto à rede do aeroporto. Agradeço também àqueles que publicam no Facebook os movimentos do dia seguinte.

Espero que tenhas bastante sucesso neste blog e que continues a ter uma óptima vida de spotter, cheia de registos novos e com muito convívio à beira da pista.

 

11724806_978150178872091_2018151924_o

 

 

Obrigado pela tua participação no meu blog.